Dicas para Fazer a Dieta Mediterranea

Dieta MediterraneaOs hábitos alimentares da população dos países mediterrâneos e a baixa incidência de doenças cardíacas e de diabetes despertaram a curiosidade de muitos pesquisadores. Ao estudarem esta população observaram que a baixa incidência de doenças cardiovasculares e a baixa incidência de obesidade, estavam relacionadas aos hábitos alimentares característicos e únicos.

Dicas de alimentos base da Dieta Mediterranea

O azeite de oliva é o alimento base da dieta mediterrânea, ele é rico em vitamina E, betacarotenos e é um tipo de gordura vegetal monoinsaturada que lhe confere propriedades protetoras de doenças cardiovasculares.

Para seu uso são recomendadas quantidades generosas de azeite como fonte de gordura, mas em substituição de outros óleos e gorduras, como a gordura animal, a manteiga ou a margarina.

As verduras, hortaliças e frutas são as principais fontes de vitaminas, minerais e fibra da Dieta Mediterrânea e ao mesmo tempo fornecem uma grande quantidade de água. É muito importante o seu consumo diário, sendo recomendadas cinco porções. Graças ao seu elevado conteúdo de antioxidantes e fibra podem contribuir, entre outras, para a prevenção de algumas doenças cardiovasculares e alguns tipos de canceres.

O consumo diário de pão e outros alimentos à base de cereais, como massas, arroz e produtos integrais, é imprescindível devido à sua composição rica em carboidratos. Fornecem uma parte importante da energia necessária para as atividades diárias e, por outro lado, os produtos integrais proporcionam mais fibra, minerais e vitaminas.

A dica é aproveitar os produtos de cada época, já que, sobretudo no caso das frutas e verduras, permitem consumi-las no seu melhor momento, otimizando o conteúdo e propriedades saudáveis de micro nutrientes e antioxidantes presentes nestes alimentos.

O consumo de leites fermentados, como o iogurte está associado a uma série de benefícios para a saúde porque contêm microrganismos vivos capazes de melhorar o equilíbrio e a microflora intestinal. Por outro lado, há que referir que nutricionalmente os produtos lácteos são excelentes fontes de proteínas de alto valor biológico, minerais (como cálcio e fósforo) e vitaminas.

As carnes são ricas em proteínas, ferro e gordura animal em quantidades variáveis. O consumo excessivo de gorduras animais não é bom para a saúde, por isso o seu consumo deve ser reduzido a pequenas quantidades, e sempre que possível, dê preferência para as carnes magras.

Nesta dieta é recomendável o consumo de salmão ou sardinha por no mínimo uma ou duas vezes por semana, pois a gordura presente nestes peixes tem propriedades protetoras contra doenças cardiovasculares.

perder barriga e definir o abdomen

Já os ovos são ricos em proteínas, gorduras e muitas vitaminas e minerais, o que faz destes um alimento muito completo. O consumo de ovos três ou quatro vezes por semana é uma boa alternativa à carne e ao peixe.

Na Dieta Mediterrânea a água é fundamental, sendo recomendável o consumo de pelo menos 1,5 L.

O vinho é outra bebida tradicional na Dieta. Mediterrânea, devido à presença de uma substancias chamada resveratrol que é um antioxidante que pode ter efeitos benéficos para a saúde, Mas lembrando, o consumo do vinho tinto deve ser feito com moderação, como parte de uma dieta totalmente equilibrada.

Benefícios da Dieta Mediterranea

A Dieta Mediterranea reduz o risco de doença cardíaca. Várias pesquisas ​​demonstraram que pessoas que seguiam uma dieta mediterrânea tinham um risco reduzido de morte por doença cardíaca e câncer, bem como uma incidência reduzida da doença de Parkinson e doença de Alzheimer.

Assim a Dieta Mediterranea pode ajudar a promover a saúde e prevenir a doença. E o mais importante ela não tem contraindicações, pode ser seguida por qualquer pessoa.

Outra vantagem é que por privilegiar o consumo de alimentos naturais e de baixas calorias, alimentos ricos em fibras e antioxidantes, está dieta é recomendada para todos que desejam perder peso com saúde.

Aqui vamos apresentar a receita de uma salada básica para aqueles que desejam seguir a Dieta do Mediterrâneo

Receita da Salada do Mediterrâneo

Esta salada é fácil de fazer e o melhor é utilizado alimentos que encontramos facilmente nos nossos supermercados.

Ingredientes:

Tomate.

Cebola.

Pimento verde.

Pimento vermelho.

Queijo de cabra.

Azeitonas.

Atum (sem óleo).

Azeite.

Manjericão.

Modo de preparo:

Lavar muito bem todos os ingredientes frescos e corta-los em rodelas. Em uma travessa de vidro colocar os ingredientes frescos misturados e adicionar o queijo aos poucos, juntamente com as azeitonas e o atum.

Temperar com azeite e limão e para enfeitar espalhe umas folhas de manjericão.

Informações Nutricionais:

Valor calórico 344kcal.

Carboidratos 6 g/ Proteínas: 22g / Gordura:25 g.

Gostou? Então Compartilhe!
    Emagrecer de Vez

    Vinícius Antonio

    Website: